Continuado com a promoção de ‘Batman v Superman: A Origem da Justiça’, mas desta vez sem spoilers, o ator Ben Affleck deu uma entrevista a revista francesa CIAK e trazemos a tradução para vocês.

O novo Cavaleiro das Trevas foi capaz de esclarecer um pouco a situação pessoal de Bruce Wayne e como ele mesmo vê esse filme. Veja a baixo:

– Foi Zack Snyder com seu entusiasmo e seus desenhos iniciais que o convenceu a fazer o papel. O Batman está em uma continuidade totalmente diferente dos anteriores.
– Ele vê ‘A Origem da Justiça’ como uma resposta as paranoias da sociedade ocidental.

” O terrorismo, o colapso do sistema financeiro, desastres climáticos, um avanço drástico nas tecnologias que nos assusta, coisas que nós não entendemos e que às vezes nos fazem sentir que estamos sob seu controle.”

– Ben Affleck não tem nada além de elogios para Gal Gadot, ele a define como uma atriz magnética e que sua aparência poderia ser uma ‘Bond Girl’, porém mais dura e com experiência militar. Ele diz que aqueles que acreditam que a Mulher Maravilha é uma relíquia do passado vão ver que estão errados.
– Sua passagem por este blockbuster mudou sua visão de como ele enxerga essas grandes produções da era moderna, mas essa não é uma nova imagem.
– Conseguir uma forma física apta para dar vida ao Batman foi toda uma agonia, porém a parte mais difícil foi chegar a um Bruce Wayne que está melancólico com tudo:

“Ele se sente velho por dentro, ou pelo menos que é o fim da estrada para ele. Ele não é mais o solitário problemático de antes, já não tem o desejo de fazer com que todos paguem pelo assassinato de seus pais. Ele faz perguntas existenciais sobre o significado de sua própria vida.”

– Finalmente, Affleck define o filme como a união de dois grandes talentos: no roteiro Chris Terrio e na direção Zack Snyder.

Fonte: CIAK (Via Twitter)
Tradução: @Kytheese

bats