Estes dias um grande boato sobre um possível temor da Warner Bros. em relação ao desempenho de ‘Batman v Superman’ percorreu a internet, e o noticiamos aqui. Muitos acreditam que o filme não terá a rentabilidade esperada nas bilheterias devido a sombra do sucesso de Deadpool, outros acreditam que o filme terá uma temática diferente e levará o público ao delírio com o embate entre os dois maiores heróis da DC Comics.

Para tentar acalmar os ânimos, Mark Hughes, analista da Forbes, elaborou um um extenso artigo que tenta acalmar e convencer de que não há nenhum motivo para afirmar que a Warner Bros. está nervosa, além do normal, para o filme.

Não vamos colocar o artigo completo devido a ser muito extenso, mas vamos trazer para vocês os principais pontos a seguir:

  • Assim como aconteceu em ‘The Man of Steel’, o merchandising já oferecerá lucros antes mesmo do filme chegar aos cinemas. Em uma estimação generosa, reduzindo drasticamente as porcentagens que personagens como Batman já ofereceram a Warner, calcula-se que conseguiria 350 milhões, situando o filme em um dos piores cenários possíveis.
  • Ajustando a bilheteria do filme ‘Batman e Robin’, de 1997, para valores atuais, teríamos algo em torno de 600 milhões de dólares ao redor do mundo. Ou seja, o pior filme do Homem Morcego arrecadou aproximadamente o mesmo valor que o reboot do Superman a três anos atrás, se ele fosse lançado hoje. Isso pode significar que, se levarmos em conta a popularidade atual do Batman e a curiosidade que pode despertar essa nova versão, na pior das hipóteses, a bilheteria mundial poderia chegar a 800 milhões de dólares.
  • Este número seria um grande resultado nas bilheterias, mas a Warner seguiria considerando uma decepção, pois espera que o filme quebre a barreira de um bilhão. No entanto, não há motivos para especulações de que o filme não renderia em bilheteria, e não teria motivos que levasse a pensar isso.
  • Uma vez esclarecida a questão da bilheteria também entra em discussão o tema qualidade, embora seja um pouco mais complicado, porque aqui a subjetividade está em jogo. Hughes se baseia no que ouviu de pessoas que já viram o filme, e que afirmam que Ben Affleck é um excelente Batman e aparece em grande parte do filme, também há elogios para a Mulher Maravilha da Gal Gadot, que mostram o motivo da confiança que a Warner teve para dar luz verde para seu filme individual.
  • A conclusão é que, embora tenhamos de esperar para ver com nossos próprios olhos, teremos de confiar nas opiniões dos que já assistiram, e pelo menos metade do filme funciona bem, e a não ser que a outra metade seja um completo desastre, Zack Snyder teria conseguido um bom resultado.
  • Ele também fala sobre os rumores de uma possível mudança no filme da ‘Liga da Justiça’. Hughes diz que vê possibilidade, mas não por nervosismo do estudo, mas por simples problemas de calendários. O filme está programado para começar a ser rodado em abril e parte do elenco e equipe (Affleck, Cavill, Snyder…) terão concluído recentemente a promoção de ‘Dawn of Justice’, de modo que, para conseguir o melhor resultado possível, poderiam atrasar suas filmagens em alguns meses, mudando assim o cronograma. A proposta seria reconfigurar a programação, colocando no lugar de ‘Justice League: Part One’ o filme ‘The Flash’, para Warner continuar a ter chances de inserir o falado filme ‘The Batman’ do Ben Affleck nesse meio tempo.

Mais uma vez, deixamos claro que esses são apenas os pontos principais do artigo. Tudo isso não é algo que possamos tratar como rumor ou notícia (pois, você pode ou não acreditar quando ele fala que baseia-se em pessoas que disseram ter visto o filme), o artigo serve apenas como ilustrativo sobre as possibilidades de bilheteria (e qualidade) do filme e compartilhamos para oferecer mais dados a respeito. Entretanto, até 25 de Março teremos uma resposta definitiva.bvsp