Boas notícias! Depois dos últimos desenvolvimentos de Hulk (Mark Ruffalo), ‘Thor: Ragnarok’ (Taika Waititi, 2017) e com todas as informações expostas pela DC sobre ‘Batman vs Superman: A Origem da Justiça’ ( Zack Snyder, 2016), a Disney Pictures quis desmarcar a ordem habitual das novidades de seus filmes, para fazer uma promessa pública: Não haverá fim para o Universo Cinematográfico da Marvel, compromisso com os super-heróis dela, é compromisso. Nem ao de Star Wars, mas isso não é uma surpresa depois de ‘Star Wars: O Despertar da Força ‘ (Abrams, 2015) estar se tornando o terceiro filme da história do cinema que quebra o barreira de 2 bilhões de doláres em bilheterias. No entanto, a indústria cinematográfica de Hollywood vive com medo de que o filme de super-heróis já não é o fim do dia e todos os bem sucedidos blockbusters passar a vida melhor. Muitos, como Steven Spielberg (‘Lincoln’), dispomos de data; outros, como Zack Snyder (Watchmen), contam com a supremacia dos vigilantes malha. De qualquer forma, Disney Pictures é clara: compromisso com cinema super-heróis da Marvel e compromisso.

De acordo com entrevistas do CEO da Disney Pictures, Bob Iger, está apostando tanto no universo de Star Wars como no Universo Marvel nas telonas. Ambas as franquias têm dado um sucesso retumbante desde que, no momento a chamada “Casa dos Sonhos” está com bons resultados na indústria de Hollywood. E confirmou a parte da saga estelar:

Há cinco filmes Star Wars após ‘Star Wars: O despertar da força’ que estão em diferentes fases de desenvolvimento e produção. Acontecerá mais tarde do que o previsto; Eu não sei quantos mais filmes e nem quantas vezes, mas haverá mais filmes de Star Wars.

Quanto ao seu compromisso com o Universo Marvel, presidida por Kevin Feige, e as dúvidas depois da Fase 3, concluída com ‘Vingadores: Guerra Infinita’, Bob Iger é bem claro: “Na Marvel estamos lindando com centenas e centenas de personagens… Esse universo vai durar para sempre.”